COMO A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL ESTÁ MOLDANDO O MERCADO EMPRESARIAL BRASILEIRO

22 de maio de 2024

Um estudo revelou que pelo menos 74% das micro, pequenas e médias empresas brasileiras já incorporaram a inteligência artificial (IA) em suas atividades profissionais. Esta pesquisa, realizada por uma grande empresa de tecnologia em parceria com uma agência de comunicação, mostra que sistemas computacionais que simulam funções cognitivas humanas, como aprendizado e resolução de problemas, estão se tornando comuns, independentemente do tamanho da empresa.

Em 2023, 59% das empresas relataram ter avançado na adoção da IA, destacando um crescimento significativo nos investimentos em tecnologia, que aumentaram 20% em comparação ao ano anterior. Esse incremento só ficou atrás dos investimentos em armazenamento em nuvem, que receberam 56% dos recursos destinados à inovação. Entre as empresas nativas digitais, a busca por avanços tecnológicos foi 25% maior do que nas empresas tradicionais, enfatizando a importância da inovação contínua nesse setor.

No entanto, o aumento nos investimentos em tecnologia trouxe à tona preocupações com a segurança cibernética. Em 2023, 43% das empresas destinaram recursos para soluções de segurança, um aumento em relação aos 39% do ano anterior. Essa prioridade se reflete nas respostas das empresas às ameaças cibernéticas, com 16% das companhias relatando incidentes. Para mitigar esses riscos, as empresas têm investido em treinamentos, tecnologia de segurança e contratação de especialistas externos.

A pesquisa entrevistou 300 líderes de empresas com até 250 funcionários, incluindo donos, sócios, gerentes, diretores e vice-presidentes, proporcionando uma visão abrangente das estratégias e desafios enfrentados por essas organizações.

Um exemplo de investimento em IA é um aplicativo que utiliza IA generativa para liberar a criatividade e aprimorar habilidades profissionais. Esse aplicativo ajuda os usuários a otimizar seu tempo, desempenhando tarefas como desenvolvimento de textos, criação de apresentações e gerenciamento de e-mails e reuniões. Com essas ferramentas, as empresas buscam não apenas melhorar a eficiência, mas também inovar continuamente em um mercado cada vez mais competitivo.

A adoção da inteligência artificial pelas empresas brasileiras não só demonstra a relevância dessa tecnologia no ambiente corporativo, mas também destaca a necessidade de equilibrar inovação com medidas robustas de segurança cibernética.

DIREITO CONSTITUCIONAL

O INCONSTITUCIONAL PREGÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

A recente iniciativa do próprio STF em realizar o Pregão Eletrônico n. 90029/2024, que visa contratar serviços de monitoramento online e em tempo real da presença digital do tribunal em redes sociais, levanta preocupantes questões de coerência e respeito aos mesmos princípios constitucionais que o tribunal anteriormente defendeu